Expectativa de vida do brasileiro aumentou significativamente nos últimos anos.

Associada ao conceito estatístico de bem-estar, a expectativa (ou esperança) de vida, indica a média do tempo de vida aproximada de uma sociedade (longevidade).
Incluindo-se ai, vários aspectos, tais como: acesso à educação, cultura, saúde, condições econômicas, taxa de criminalidade, acidentes, etc.
Nesse contexto, chama atenção que a expectativa de vida ser sempre menor entre os indivíduos mais carentes.
Refletindo uma melhoria na qualidade de vida do brasileiro, pesquisa do IBGE indica que houve um aumento significativo na expectativa de vida atual, se compararmos com a da década de 90, que era de 65 anos, e hoje pulou para 76,3 anos.
Nesse cenário, dos estados brasileiros, Santa Catarina, tem a maior expectativa de vida, 79,7 anos.
Adivinhe quem apresenta a menor taxa de expectativa de vida, dos estados brasileiros?
Pois, é, o Maranhão.
Pode fazer a carinha de feio ai.
Como melhorar a qualidade de vida das pessoas?
Creio que melhorar em três aspectos é fundamental.
— Educação:
— Saúde
— Habitação.
A educação garantirá ao jovem maior qualificação, consequentemente sua possibilidade de emprego será maior. Isso irá ter impacto significativo na melhoria de vida dele e da família.
A saúde irá possibilitar o bem-estar físico e psicológico do individuo. Sociedade com boa saúde é uma sociedade feliz.
A habitação é uma das necessidades mais básicas do ser humano. Um cantinho para descansar, após uma exaustiva jornada de trabalho, a convivência com a família, são fatores indispensáveis para a melhoria na qualidade do indivíduo.
Além, é claro, da prática dos hábitos saudáveis: ler um bom livro, execícios físicos, boa alimentação…
Para isso, o governo precisa ajudar a garantir essas oportunidades a todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*